Parceria garante atendimento a demandas dos trabalhadores em Dourados

Os interessados em obter a primeira via da Carteira de Trabalho devem apresentar documentos pessoais, como RG, CPF, certidão de nascimento (se solteiro) ou de casamento e comprovante de residência e, no caso de segunda via, também o número do PIS e da Car

Fotos –A. Frota
Parceria garante atendimento a demandas dos trabalhadores em Dourados
Mutirão de atendimento do trabalhador começou na segunda-feira e vai até hoje

A prefeita Délia Razuk inspecionou, na manhã desta terça-feira (1), juntamente com o superintendente do MTE (Ministério do Trabalho e Emprego) em Mato Grosso do Sul, Vladimir Benedito Struck, os trabalhos do mutirão de atendimento oferecido em parceria pelo Município e a Superintendência para atender às demandas dos trabalhadores em Dourados, no espaço disponibilizado pelo Pavilhão de Eventos 'Dom Teodardo', ao lado da Prefeitura.

De acordo com a secretária municipal de Desenvolvimento Econômico, Rose Ane Vieira, o serviço de atendimento ao trabalhador é o embrião para a criação da Agência Municipal de Emprego, proposta da prefeita Délia Razuk para concentrar, em um único lugar, as necessidades relacionadas com a emissão de carteiras de trabalho, requerimentos do seguro desemprego e o banco de emprego, visando à colocação de pessoas no mercado de trabalho.

No primeiro dia do mutirão, segunda-feira, foram emitidas 50 novas Carteiras de Trabalho e Previdência Social e atendidos 220 casos de entrada com pedido do seguro desemprego. Até nesta quarta-feira (2), a Prefeitura e o Ministério esperam atender igual número, dentro das necessidades imediatas que foram interrompidas com a desativação da Central de Atendimento.

 

Durante o encontro com o superintendente Vladimir Struck, nesta terça, a prefeita Délia Razuk assinou o convênio para a emissão de carteiras de trabalho e outro tratado está sendo feito para a ampliação da política de atendimento ao trabalhador. "Essa interferência do superintendente a nosso favor foi decisiva para a realização desse mutirão, e esperamos em breve consolidar a criação da Agência de Emprego, selando em definitivo nossas ações integradas", disse a prefeita.

O superintendente do MTE disse que o Governo Federal não poderia deixar de atender a essa solicitação do Município, desde que o Estado resolveu suspender o atendimento que era realizado em parceria com a Funtrab (Fundação do Trabalho). "Os trabalhadores daqui não poderiam continuar sendo penalizados, por isso, agilizamos essa parceria para não deixar Dourados sem atendimento", disse Struck.

 

PROCEDIMENTOS

Os interessados em obter a primeira via da Carteira de Trabalho devem apresentar documentos pessoais, como RG, CPF, certidão de nascimento (se solteiro) ou de casamento e comprovante de residência e, no caso de segunda via, também o número do PIS e da Carteira de Trabalho, além de boletim de ocorrência justificando essa necessidade.

 

Para requerer o Seguro Desemprego, o trabalhador precisa apresentar RG, CPF, Carteira de Trabalho, comprovante de residência, guia de recolhimento, termo de rescisão e comprovante (opcional) do saque do FGTS.

 

Comentários